A Empresa

Uma história de longa data

O Grupo Ajinomoto foi fundado em 1909, por meio da descoberta feita pelo Dr. Kikunae Ikeda, professor e pesquisador da Universidade Imperial de Tóquio, que, por meio de estudos e pesquisas, descobriu o umami – o quinto gosto do paladar humano e a principal substância responsável por este gosto: o ácido glutâmico, aminoácido amplamente presente em alimentos in natura e no corpo humano. Após esta descoberta, patenteou-se o ácido glutâmico, hoje, mundialmente conhecido como AJI-NO-MOTO®, e nasceu a empresa Ajinomoto, cujo nome, em japonês, significa “essência do sabor”.

Hoje, a companhia possui operações em mais de 20 países, com mais de 100 fábricas e cerca de 33 mil funcionários no mundo todo.

Em 1956, a Ajinomoto desembarcou no Brasil e, desde então, se empenha em oferecer tanto produtos alimentícios da mais alta qualidade para o consumidor e o mercado de alimentação fora do lar, como insumos às indústrias alimentícia, cosmética, farmacêutica, de nutrição esportiva, de nutrição animal e de agronegócios. A empresa possui sede administrativa em São Paulo e quatro unidades fabris no interior de São Paulo, localizadas nas cidades de Limeira, Laranjal Paulista, Valparaíso e Pederneiras. A companhia atende o mercado nacional e internacional e emprega mais de 3.000 funcionários.

O processo de produção dos aminoácidos

Os aminoácidos podem ser produzidos industrialmente por hidrólise de proteínas, síntese química ou métodos biotecnológicos como a fermentação.

No Grupo Ajinomoto a produção dos aminoácidos é feita a partir da técnica de fermentação, que tem como diferencial a utilização de matérias-primas de fontes naturais e renováveis como a cana-de açúcar, mandioca, milho, beterraba, entre outras.

Todas as unidades do Grupo no mundo estão focadas em fabricar produtos da melhor qualidade, buscando reduzir ao máximo os impactos de sua atividade fabril, assumindo um compromisso com o meio ambiente e a busca da sustentabilidade em todas as suas áreas de atuação.

Para nortear esses esforços, as unidades seguem o plano de Emissão Zero AGZEP (Ajinomoto Group Zero Emissions Plan), elaborado pela matriz no Japão e disseminado para todos os países onde o Grupo Ajinomoto possui plantas e atividades produtivas. O Plano de Emissão Zero é estabelecido para garantir o atingimento das metas globais de redução das emissões e dos impactos ambientais.

Saiba mais em: www.ajinomoto.com.br